fbpx
História e ArqueologiaSéries

Vikings: Não foi bem assim! Ragnar pode ter morrido de outra maneira na história real

O personagem Ragnar Lothbrok mostrado na série “Vikings” é baseado em um rei lendário que teria governado a Suécia e Dinamarca durante os séculos VIII e IX. Relatos sobre ele foram apresentados pelo cronista dinamarquês Saxâo Gramático no século XIII.

De acordo com a lenda, Ragnar teria confeccionado uma vestimenta feita em pele de lobo e fervida em breu para resgatar a princesa Tora Borgarhjort das garras de uma monstruosa serpente venenosa.

Ele teria sido filho de Sigurd Ring, rei lendário sueco mencionado em fontes como Feitos dos Danos, Norna-Gests þáttr e Saga de Hervör. Na série é mostrado que o rei viking morreu de maneira dramática após ser jogado em um poço de serpentes venenosas por Aelle da Nortumbria.

Porém, existe outra versão menos heroica de sua morte apresentada na Saga de Ragnar Lodbrok. Ela mostra que Ragnar teria morrido devido a uma combinação de ferimentos causados por sua invasão a Paris e a cólera.

Na produção do History eles acharam melhor adaptar a primeira versão, adicionando também o fato do rei de Kattegat estar doente.  De acordo com o historiador sueco Dick Harrison, a personalidade de Ragnar na realidade seria uma combinação de duas tradições e também dois nomes, o que ele chamou de criação erudita.

Leia também:

Entenda a ligação de Floki com os corvos

Durante a série “Vikings” é mostrado várias vezes que Floki tem uma certa ligação com os corvos. Representando o deus nórdico Odin, os pássaros também acompanharam outros personagens durante a trama. Apesar disso, é evidente a ligação do construtor de barcos com os animais e as sagas explicam a razão…Saiba mais!

.

VEJA TAMBÉM:
Botão Voltar ao topo