fbpx
História e ArqueologiaSéries

Especialista defende ‘Vikings’ e ‘The Last Kingdom’ após acusação de ‘imprecisão histórica’

As séries “Vikings” e “The Last Kingdom” foram ‘acusadas’ de não seguir em detalhes o que é mostrado na história. Apesar de usarem elementos fictícios, ambas se baseiam em eventos que realmente aconteceram no passado.

Vikings achados
Foto – Reprodução/History/MGM Television

Durante entrevista ao Express.co, o especialista histórico Søren Sindbæk defendeu as séries dizendo que é comum que produções do tipo sofram mudanças para melhor se adaptarem à TV e público que foram destinadas.

Eles não são precisos quando você olha de uma perspectiva arqueológica. Mas não é assim que você deve olhar para esse tipo de produção. Se você os tornasse precisos em termos de [por exemplo] vestido e penteado, a sensação que você teria como público moderno seria bastante errada.”, iniciou Søren, explicando que esse tipo de conteúdo não deve fornecer o mesmo nível de visão histórica mostrado em documentários factuais.

Na sequência, o especialista disse que dramas modernos tentam cativar o público através de seus sentimentos, por isso os produtores adicionam elementos que possam dar mais contexto a história.

As histórias sobre a Era Viking não são sobre a monotonia cotidiana. Há grandes batalhas, há confrontos culturais, é um confronto entre religiões e grandes sistemas culturais e, ao mesmo tempo, é esse período muito pessoal.”, defendeu o especialista, dizendo que muito do que era comum no passado pode ser visto com outros olhos atualmente.

Leia também:

Nova ‘Vikings’? Criador planeja lançar nova série sobre os nórdicos com personagens conhecidos

Após a conclusão de “Vikings”, o criador Michael Hirst trabalha em novos projetos, além de ajudar Jeb Stuart no spin-off “Vikings: Valhalla”. De acordo com informações divulgadas pela Revista Premiere, o showrunner planeja ressuscitar uma nova série sobre os nórdicos que poderá contar com o retorno de personagens da série original…Saiba mais!

.

.

VEJA TAMBÉM:
Botão Voltar ao topo