fbpx
NetflixSéries

Vikings: Valhalla – Criador fala sobre erros históricos da série

Jeb Stuart admitiu durante entrevista (via: UOL) que a série “Vikings: Valhalla” está repleta de “erros históricos”. De acordo com o criador, ele e um time de roteiristas analisaram os registros históricos para criar o spin-off, mas essa não foi uma tarefa fácil.

Isso porque grande parte da história dos antigos nórdicos acabou se perdendo no decorrer dos séculos. Diferente dos egípcios, eles não tinham a cultura da escrita, o que dificulta ainda mais a situação.

Podemos enxergar eventos históricos por milhões de perspectivas diferentes. Nós fizemos muitos estudos. Quando fui chamado para comandar a produção, comecei a absorver tudo que eu podia sobre o assunto.”, iniciou Stuart.

Nós não sabemos muito sobre os Vikings originais. Eles não tinham linguagem escrita, o que torna a documentação muito complexa.”, afirmou.

Apesar de existirem sagas escritas séculos após os eventos originais, Jeb Stuart cita que elas foram escritas por cristãos.

Eles nos deixaram sagas. Mas as sagas só foram escritas uns 200 anos após o final dessas histórias. Pior ainda: foram escritas por cristãos”.

Por fim, o criador disse que precisou modificar algumas datas e personagens para melhor adaptar a história para a TV. Isso evidentemente cria uma diferença em relação a história original.

Leia também:

Conheça a história real de Harald Sigurdsson, bisneto de Harald Finehair

O personagem Harald Sigurdsson é interpretado em “Vikings: Valhalla” pelo ator Leo Sutter. Apresentado como um guerreiro determinado e de bom caráter, o bisneto de Harald Finehair recebeu o epíteto “Hardråde” que significava “o Duro” para os grandes senhores e clero da época…..Saiba mais!

.

VEJA TAMBÉM:
Botão Voltar ao topo