fbpx
Séries

Vikings: Teoria explica o último discurso de Ragnar Lothbrok

Uma das cenas mais marcantes da 4ª temporada de “Vikings” foi o discurso feito por Ragnar Lothbrok durante os seus momentos finais na trama.

Existem vários significados que começam desde a captura do rei viking até a sua morte. O próprio Travis Fimmel chegou a dizer durante entrevista que o seu personagem morreu ateu.

No entanto, isso não explica o último discurso feito por Ragnar na temporada.

Crédito – History

Por que Ragnar cita seus deuses em discurso?

Uma teoria publicada pelo usuário Shaquille Albertus no Quora tenta explicar melhor o motivo de Ragnar Lothbrok ter feito dois discursos completamente diferentes.

Um usuário perguntou o seguinte:

“Ragnar Lothbrok acreditava em um deus no final de sua vida?”.

Albertus respondeu dizendo que tudo não passou de uma espécie de estratégia do grande viking para intimidar os seus inimigos e manter o respeito pela crença do seu povo.

“Não, ele não acreditava. Ele se tornou ateu, ele só fez um discurso sobre os deuses porque disse a Ecbert que seus filhos e seu povo são religiosos, e que a fé é muito importante para eles. Também para instilar medo nos nortumbrianos”, iniciou o usuário.

Isso mostra que Ragnar não acreditava na existência dos deuses, o que pode ser comprovado através do discurso anterior, quando ele conversa com o Vidente.

No entanto, ele sabia que seus filhos e seu povo tinham a sua crença. Por esse motivo, usou o discurso final para encorajá-los e também os respeitar diante os seus inimigos.

Veja também:

A 6ª temporada parte B realmente irá estrear no catálogo da Netflix em dezembro?

VEJA TAMBÉM:
Botão Voltar ao topo