fbpx
CuriosidadesSéries

Vikings: Por que Ragnar desistiu de ser rei?

Ragnar Lothbrok se tornou uma das figuras mais controvérsias de “Vikings”. O pagão que no início da série conheceu um monge e passou a se interessar pelo cristianismo nunca quis ser rei.

O próprio personagem diz isso a Bjorn Ironside durante uma das cenas da 5ª temporada. Em sua fala, Ragnar destaca que o poder é perigoso e corrompe as pessoas. Além disso, é preciso sacrificar muito para alcançar o sucesso.

O ex-marido de Lagertha acabou se tornando rei devido a suas atitudes. Mas, essa não foi a verdadeira vontade do líder viking, que na realidade era um homem curioso que buscava melhores condições de vida para o seu povo.

Em certo momento da 4ª temporada, Ragnar desiste de governar e viaja rumo a um local misterioso não mencionado na série. Muitos acreditam que ele tenha visitado vilas em que não era conhecido com o objetivo de se tornar uma “pessoa normal” novamente.

As responsabilidades, o que precisou abdicar para isso e problemas relacionados a sua saúde mental, fizeram com que Ragnar desistisse de ser rei. Vale lembrar que isso não significa que ele desistiu de liderar o seu povo.

Mesmo sendo jogado em um poço de serpentes por Aelle, o viking deixou claro qual era o seu grande objetivo servindo de inspiração para outros guerreiros e iniciando uma grande vingança que mobilizou e uniu seus filhos através do Grande Exército Pagão.

VEJA TAMBÉM:
Botão Voltar ao topo