fbpx
Séries

Pesquisadores reconstituem crânio de escandinavo encontrado na Suécia

Graças aos restos mortais encontrados em escavações feitas em Kanaljorden, na Suécia, foi possível ter um vislumbre de como era a aparência de um escandinavo. O achado encontrado em um sítio arqueológico datado de 6 mil a.C. continha ossos de animais e humanos.

Estacas de madeira preservadas foram achadas inseridas em dois dos crânios, sugerindo que algumas cabeças estavam sobre estacas. O museu da cidade de Motala, Charlottenborgs Slott, encomendou a reconstituição de um dos crânios e o resultado foi bastante expressivo.

O resultado

Segundo o chefe de cultura e lazer de Motala, Hannah Graffman, a reconstituição oferece a oportunidade dos moradores da cidade verem como era o visual de seus antepassados. O homem de aproximadamente 50 anos de idade apresenta barba grisalha crespa. Seu peitoral é largo e seus olhos tinham a cor azul claro.

Reprodução – History

Carinhosamente apelidado de Ludvig (devido ao fato de o museu estar localizado em uma mansão do século 17 que foi construída pelo conde Ludvig Wierich Lewenhaup), ele teria vivido na Europa há cerca de oito mil anos atrás. Os retos mortais encontrados em Kanaljorden são bem diferentes dos demais. Geralmente os túmulos são achados na terra, no entanto, estes estavam depositados no lago, o que sugere que foram de fato montados em estacas.

Confira a reconstituição:

Outras descobertas:

 Arqueólogos encontram antiga rota comercial contendo 3.000 objetos raros

Arqueólogos encontram três grandes salões na Noruega

VEJA TAMBÉM:
Botão Voltar ao topo